Opini√£o dos Leitores

Newsletter

Tradutor

Livros & Leituras TV

Entrevistas

Ensaio

Crimes sexuais

G√ČNERO - Ensaio

alt

O livro fala dos crimes sexuais de uma forma geral, e dos crimes de lenocínio em particular.

O crime de lenocínio representa uma das matérias mais complexas e controversas na doutrina e na jurisprudência.

Alguns autores defendem a sua inconstitucionalidade devido √† dif√≠cil identifica√ß√£o do bem jur√≠dico e ao facto de tutelar valores morais, na sequ√™ncia das altera√ß√Ķes legislativas de que tem sido objeto.

A prostitui√ß√£o aparece diretamente ligada ao crime de lenoc√≠nio e representa uma pr√°tica igualmente complexa e discut√≠vel, com diferente relev√Ęncia jur√≠dica reconhecida no decurso do tempo quer em Portugal, quer em v√°rios pa√≠ses da Europa, em especial da Uni√£o Europeia.

__________

José Alberto

Crimes sexuais

Chiado editora


Add a comment

Eça de Queiroz do outro lado do espelho

G√ČNERO - Ensaio

alt

Começo por saudar o escritor Manuel Geada pelo facto de nos deixar mais um contributo importante sobre um dos melhores escritores portugueses de todos os tempos. Sou um apaixonado pelo Eça e já tive o privilégio de subir a montanha e visitar, em Tormes (Baião) a Fundação Eça de Queirós. Quem lá vai percebe, por exemplo, como se inspirou para escrever Cidade e as Serra.

Neste trabalho historiogr√°fico o autor procurou, atrav√©s de uma abordagem psicohist√≥rica, conhecer a sua personalidade e, por conseguinte, a origem das suas atitudes, sentimentos, motiva√ß√Ķes, ideias e aspira√ß√Ķes, por detr√°s do seu comportamento manifesto.

Muito interessante !

__________

Manuel Geada

Eça de Queiroz do outro lado do espelho

Chiado Editora


Add a comment

Hist√≥ria da Casa do Douro ‚Äď D√©cada de 90

G√ČNERO - Ensaio

alt

O engenheiro agr√≥nomo Ant√≥nio Jos√© Borges Mesquita Montes, autor de interessant√≠ssimo livro, d√°-nos a conhecer a Casa do Douro. Esta grande obra explica-nos que a Casa do Douro, √ļnica√ā¬†organiza√ß√£o corporativa√ā¬†que passou inc√≥lume as consequ√™ncias da Revolu√ß√£o de Abril, continuava a desempenhar, no Douro e junto dos viticultores, as suas fun√ß√Ķes de equil√≠brio da Produ√ß√£o.

Mesmo quando, tendo surgido tal oportunidade, tomou a decisão de integrar parte do capital da Real Companhia Velha, empresa centenária dedicada à comercialização do Vinho do Porto.

Que n√£o tinha em vista apenas o usufruto de interesses comerciais, mas, exclusivamente, abrir canais de comercializa√ß√£o direta aos in√ļmeros viticultores que, j√° nessa altura, haviam decidido comercializar diretamente e sob marcas pr√≥prias a sua produ√ß√£o.
__________

António José Borges Mesquita Montes

Hist√≥ria da Casa do Douro ‚Äď D√©cada de 90

Chiado Editora


Add a comment

Novos relatos de um exorcista

G√ČNERO - Ensaio

alt

O que √© um exorcista? Trata-se um uma pessoa que esconjura os dem√≥nios. Como poder√° ele afastar os dem√≥nios? A quem interessa este livro? Creio que interessa a todos os que se interessarem por esta tem√°tica, tendo sempre em linha de conta que estamos perante um autor que parece n√£o ter papas na l√≠ngua.¬† Ali√°s, Gabriele Amorth j√° chegou a dizer que o diabo tem medo dele. Garante tamb√©m que ‚ÄúSanan√°s √© um macaco de Deus.‚ÄĚ

Este livro responde a quest√Ķes como exist√™ncia de possess√Ķes diab√≥licas, diagn√≥stico das possess√Ķes e outras relacionadas com o tema.

Baseado na experiência pessoal do autor, um exorcista italiano de renome. Precioso manual, prático e informativo, para sacerdotes e leigos que tenham que lidar com esta tipologia específica do sofrimento humano.

__________

Gabriele Amorth

Novos relatos de um exorcista

Paulos


Add a comment

Poder - Veneno e Remédio

G√ČNERO - Ensaio

alt

Neste livro deste trio de autores, encontramos uma perfeita antítese entre o poder e o amor. Dizia Chaplin que o poder só serve para fazer mal. Se o é, não sabemos ao certo. O que temos a certeza é que para se fazer o bem, basta o amor. Isso e pouco mais.

Esta leitura corresponde à versão perversa do uso do poder! O poder é uma força social inescapável. O que corrompe não é poder, mas o uso que dele se faz ou o modo perverso como é conquistado. 

Este livro explora a natureza do poder e a forma como pode ser conquistado, mantido, perdido ou cedido. 

__________

Miguel Pina e Cunha, Arménio Rego, Ana Guinote

Poder - Veneno e Remédio

Lidel


Add a comment

A FRASE

Sou um homem pacífico; Deus sabe quanto amo a paz. Porém, espero jamais ser tão covarde que confunda opressão com paz. (Kossuth)

PUB

NOVIDADES

Originais

Opini√£o