Opini√£o dos Leitores

Newsletter

Tradutor

Livros & Leituras TV

Entrevistas

Contos

Narrativa Poética - Sophia de Mello Breyner Andresen

G√ČNERO - Contos

alt

Este √© mais um volume da cole√ß√£o de Jorge Chichorro Rodrigues, dedicado a grandes vultos da l√≠ngua portuguesa. Depois de Cec√≠lia Meireles, E√ßa de Queiroz, Fernando Pessoa, Lu√≠s de Cam√Ķes, Jos√© Craveirinha, Padre Ant√≥nio Vieira e Eug√©nio Tavares, √© Sophia de Mello Breyner Andresen quem encontramos pelas p√°ginas deste pequeno grande livro. Vale a pela ler mais uma narrativa po√©tica da cole√ß√£o Mestres da L√≠ngua Portuguesa, publicada pela Prelo.

__________

Jorge Chichorro Rodrigues

Narrativa poética - Sophia de Mello Breyner Andresen

Prelo


Add a comment

As botas do sargento

G√ČNERO - Contos

alt

Inspirado e ilustrado pela obra de Paula Rego, este conto de Vasco Gra√ßa Moura gira √† volta de umas botas m√°gicas, escondidas pela empregada Ad√©lia no s√≥t√£o da casa de Catarina. O seu pai, que fora sargento e bailarino, s√≥ as cal√ßava em noites de celebra√ß√£o religiosa e, ensinariam a dan√ßar quem as cal√ßasse depois de limpas. A partir das pinturas de Paula Rego, concebeu Gra√ßa Moura esta narrativa repleta de meninas, empregadas, c√£es, gatos e bailaricos. Especificamente destinado a um p√ļblico mais jovem, o registo do autor est√° de facto adequado aos pequenos. A obra prima por conseguir apresentar dois grandes vultos da cultura e arte em Portugal de forma leve, bonita e rigorosa aos mais novos. As botas do sargento foi editado pela Quetzal com capa dura. A n√£o perder!

__________

Vasco Graça Moura

As botas do sargento

Quetzal



Add a comment

A noite que fora de Natal / Carta do Pai Natal / Os mortos

G√ČNERO - Contos

alt

Sempre gostei de colet√Ęneas de contos. Reunir o melhor de v√°rios autores em texto curto na mesma obra √© colocar √† disposi√ß√£o do leitor vozes, estilos e linguagens diferentes, de √©pocas distintas, permitindo o confronto, a compara√ß√£o e a reflex√£o, t√£o pr√≥prios e importantes para o mundo da literatura. Neste livro (de um original grafismo amarelo e vermelho que nos aquece e impele para o abrir, voltar, da frente para tr√°s e de tr√°s para a frente, em busca de mais surpresas como o inesperado rasgo da capa) encontram-se o portugu√™s Jorge de Sena, o americano Mark Twain, e o irland√™s James Joyce.¬†A noite que fora de Natal, Carta do Pai Natal e Os mortos s√£o, respetivamente, os textos dos autores referidos selecionados pela editora Guerra & Paz para fazer parte deste livro amarelo (ou vermelho)?), edi√ß√£o que apresenta como "o paparazzo da hist√≥ria da literatura e do pensamento", revelando "as rela√ß√Ķes comprometedoras de textos c√©lebres".

__________

Jorge de Sena / Mark Twain / James Joyce

A noite que fora de Natal / Carta do Pai Natal / Os mortos

Guerra & Paz


Add a comment

Eram os deuses Chineses?

G√ČNERO - Contos

alt

Publicado pela Chiado Edtora em setembro de 2016, este livro da brasileira Carlota re√ļne contos que abordam assuntos relativos √† fronteira cultural e f√≠sica entre o Portugale a Espanha das Am√©ricas, como o Tratado de Tordesilhas, os impustos imputados √†s baianas e o maior informante da hist√≥ria colonial. O certo √© que a Amaz√≥nia ainda guarda imensos segredos por revelar. Eram os deuses Chineses? levanta a ponta do v√©u para alguns deles. Atreve-se a levantar o v√©u e descobrir os segredos do √≠ndios?

__________

Carlota

Eram os deuses Chineses?

Chiado Editora


Add a comment

Era uma vez…José Craveirinha

G√ČNERO - Contos

alt

Quem foi José Craveirinha? Poeta, pois claro. O maior de Moçambicano.

O escritor Jorge Chichorro Rodrigues, pela m√£o da Prelo, explica com palavras simples a import√Ęncia que teve este vulto mo√ßambicano para a literatura africana de express√£o portuguesa.

Era uma vez‚Ķum menino, ainda beb√©, andava √†s costas da m√£e. Dela, recebeu as cores e os sabores de √Āfrica. Do pai, ex-emigrante do Algarve, as palavras da l√≠ngua do colonizador. A f√≥rmula permitiu a Jos√© Craveirinha a mistura destas duas realidades culturais. O resultado est√° √† vista: a sua fabulosa poesia.

 __________

Jorge Chichorro Rodrigues

Era uma vez…José Craveirinha

Prelo


Add a comment

PUB

NOVIDADES

A FRASE

Os anos ensinam muitas coisas que os dias desconhecem. (Autor desconhecido)

Originais

Opini√£o