Opinião dos Leitores

Newsletter

Tradutor

Livros & Leituras TV

Entrevistas

Filosofia

O castigo

GÉNERO - Filosofia

alt

O professor e escritor (e também filósofo) Pinho Neno deixa-nos uma obra interessante e Invulgar. Trata-se de um poema. Um mega poema que se debruça sobre as coisas da vida. É biográfico, pois muitas das passagens refletem vivências e experiência de vida do autor.

O texto é, igualmente, um grito. É um conjunto de dúvidas e de incertezas, paixões e revoltas. É, essencialmente, a busca por um mundo diferente.

__________

Pinho Neno

O castigo

Edições Vieira da Silva


Add a comment

A Queda

GÉNERO - Filosofia

alt

A Queda é um dos grandes livros de Albert Camus. Aliás, essa tese foi também ela corroborada por Sartre.

A obra do Prémio Nobel da Literatura, trazida até nós, desta vez, pela editora Livros do Brasil, foi publicada pela primeira vez em 1956. Foi a sua última obra de ficção completa.

Estamos perante um monólogo dramático muito interessante. As reflexões, própria de um grande filósofo, ainda hoje nos fazem pensar.

O estilo narrativo de Camus é surpreendente. A história é a de um famoso advodago, altamente respeitado perante os seus pares, e a sua queda (La chute).

__________

Albert Camus

A Queda

Livros do Brasil


Add a comment

Barafunda

GÉNERO - Filosofia

alt

Afonso Cruz, Marta Bernardes, José Cardoso (ilus.) juntaram-se e trouxeram até nós Barafunda. Aparentemente, julgamos tratar-se de um livro do género infanto-juvenil. Na realidade, é muito mais do que isso.

Através da Caminho, de uma forma poética e até muito lúdica, os autores deixam-nos um diálogo filosófico sobre as muitas maneiras de arrumar o mundo e até a mente humana.

__________

Afonso Cruz, Marta Bernardes, José Cardoso (ilus.)

Barafunda

Caminho


Add a comment

Em diálogo com Eduardo Lourenço

GÉNERO - Filosofia

alt

Ainda há dias, a revista Livros &Leituras esteve na Feira do Livro de Lisboa com Eduardo Lourenço e Ana Nascimento Piedade, autor destas interessantes conversas.

O diálogo com um dos maiores pensadores portugueses da atualidade é muito fabuloso. A sua leitura, pelo formato que apresente o livro, é fácil e cativante. Atravessa vários temas e permite conhecer melhor o que pensa este homem sobre as coisas que mexem com Portugal e o mundo. A literatura, a cultura, a sociedade, a educação e até a política são passados pelo crivo da reflexão.

__________

Ana Nascimento Piedade

Em diálogo com Eduardo Lourenço

Gradiva


Add a comment

O livro da filosofia

GÉNERO - Filosofia

alt

Para quem pensa que a filosofia será sempre um bicho papão, desengane-se. Com este livro, o leitor perceberá facilmente que a filosofia está presente em todos os momentos da nossa vida, nas ações mais simples e nas decisões mais sensatas ou insensatas. Diz-se na introdução: “A filosofia consiste mais no processo de encontrar respostas para perguntas fundamentais mediante o raciocínio, sem aceitar as opiniões convencionais ou a autoridade tradicional antes de as questionar, do que no facto propriamente dito de encontrar essas respostas”.

A obra está organizada cronologicamente, desde 700 a.C. à atualidade. Tem uma secção só de biografias dos maiores filósofos de todos os tempos e ainda um glossário que promete esclarecer qualquer dúvida durante a leitura ou simples consulta d’O Livro da Filosofia.

Certo é que a organização desta obra é a grande chave do seu sucesso. Cada capítulo tem início com uma tabela cronológica, onde se situam os principais acontecimentos filosóficos e os seus protagonistas. De seguida, cada um dos acontecimentos da tabela é desenvolvido durante algumas páginas de forma muito compreensível e explícita, com recurso a profusas ilustrações, esquemas e contextualizações. Pelo caminho, recordam-se as frases emblemáticas dos homens que marcaram para sempre a história da filosofia. Este é um livro da Dorling Kindersley, cuja edição portuguesa é responsabilidade da Marcador.

__________

AAVV

O livro da filosofia

Marcador


Add a comment

PUB

NOVIDADES

A FRASE

Quando ensinares ensina também a duvidar daquilo que ensinas. (José Ortega y Gasset)

Originais

Opinião