Partly cloudy

27°C

Lisboa

L&L MOBILE

Faixa publicit√°ria

ATUALIDADE

Sondagem

Raz√Ķes para n√£o ler livros?

Pesquisa

Opini√£o dos Leitores

Tradutor

CONCURSOS PNL

Newsletter

Livros & Leituras TV

História

As ‚Äúcontas longas‚ÄĚ de vidro como elemento de identidade dos africanos no passado hist√≥rico e cultural de Lisboa

G√ČNERO - Hist√≥ria

alt

Esta obra, editada pela Universidade do Porto, apresenta o resultado do estudo efectuado em laborat√≥rio, tendo por base um conjunto de contas ‚Äúlongas de vidro‚ÄĚ, √†s quais se deu particular import√Ęncia por serem oriundas de explora√ß√Ķes arqueol√≥gicas em n√ļcleos urbanos que foram destru√≠dos pelo terramoto de 1755 em Lisboa. Equipas de arque√≥logos e grupos de museus da C√Ęmara de Lisboa documentaram o interesse que o subsolo de Lisboa tem vindo a despertar. Quanto √†s contas, ‚ÄúNueva Cadiz‚ÄĚ, ‚ÄúChevron ou em Estrela‚ÄĚ, estas revelam que foram os escravos africanos que as trouxeram em meados do s√©culo XV, utilizando-as como elemento essencial da sua identidade.

Este estudo permite, assim, enquadrar as contas nas vivências sociais e culturais de Lisboa entre os séculos XV e XVIII. A autora descreve as contas, faz uma abordagem científica que reflecte o seu significado sociocultural em Portugal e no Mundo. Uma palavra ainda para a inclusão de fotografias a cores, bastante rigorosas e exemplificativas, dos referidos achados.

__________

Maria da Conceição Rodrigues

As ‚Äúcontas longas‚ÄĚ de vidro como elemento de identidade dos africanos no passado hist√≥rico e cultural de Lisboa

Universidade do Porto
Add a comment

Capit√£s de Abril

G√ČNERO - Hist√≥ria

alt

O trabalho da jornalista Ana Sofia Fonseca tornou-se conhecido do grande p√ļblico com Angola, Terra Prometida, onde a autora tra√ßou o retrato dos portugueses que nos anos cinquenta rumaram √† terra das oportunidades. Agora em Capit√£s de Abril, a autora d√° voz √†s mulheres dos militares e √† forma como estas viveram a revolu√ß√£o.

De Dina Alambre, mulher de Otelo Saraiva de Carvalho, a Natércia Salgueiro Maia, mulher de Fernando Salgueiro Maia, muitas foram as esposas e mães que, apesar de não terem lugar nas fotografias do golpe, viveram-no bem de perto. Foram o grande pilar dos seus maridos e, mesmo no silêncio das palavras não repetidas, as suas figuras são incontornáveis. Nem todos casamentos tiveram futuro mas muitas foram as histórias de finais felizes e memórias singulares. Apesar de não ter vivido o 25 de Abril de 1974, Ana Sofia Fonseca publica agora pela Esfera dos Livros aquela que será para muitos uma obra que assinala da melhor maneira os 40 anos da revolução que mudou o destino de Portugal.

__________

Ana Sofia Fonseca

Capit√£s de Abril

Esfera dos Livros


Add a comment

O Reinado do Amor

Avalia√ß√£o: / 1
FracoBom 

G√ČNERO - Hist√≥ria

alt

A professora Alice Lázaro deixou a docência em história para se dedicar à investigação. Em boa hora o fez, porque permitiu trazer até nós está obra interessante.

Encontramos neste volumoso livro agrupadas cartas íntimas da Priora da Estrela (Teresa de Melo) para a rainha D. Maria I. As cartas são de facto documentos importantes para se perceber a história e o que se esconde por detrás dela.

Percebe-se, atrav√©s das leituras, a tens√£o acumulada durante o consulado pombalino, nomeadamente o √ļltimo ano da vida do rei D. Jos√© I e os primeiros tempos da reg√™ncia de D. Maria.

__________

Alice L√°zaro

O Reinado do Amor

Chiado Editora


Add a comment

As origens do turismo na Madeira

G√ČNERO - Hist√≥ria

alt

Fico sempre muito contente quando encontro livros desta natureza: os que promovem lugares espantosos do nosso país. Aqui há mais imagens do que textos. Elas valem mil palavras porque dizem quase tudo. São essencialmente fotos antigas, a preto e branco, sobre quinta e hotéis. Espaços interiores e exteriores. Imagens de gentes, hábitos e costumes. Em muitas delas, ao longe vê-se o mar, pois claro!

A edição é bilingue (português e inglês), não fosse este um dos lugares mais visitados de Portugal. A Madeira é muito bonita e conhecer a história e os primórdios do seu turismo é fascinante. Parabéns Rui Campos Matos

__________

Rui Campos Matos

As origens do turismo na Madeira

Direção Regional da Madeira da Ordem dos Economistas


Add a comment

Goa - O preço da identidade

G√ČNERO - Hist√≥ria

alt

O historiador Valentino Viegas viveu a sua juventude em Goa, na √ćndia, e centrou a sua atividade liter√°ria no s√©culo XIV, em especial na primeira revolu√ß√£o portuguesa. Nos √ļltimos tempos dedicou uma maior aten√ß√£o a Goa, a antiga joia da coroa portuguesa, que ficou conhecida como ‚ÄúP√©rola do Oriente‚ÄĚ. No livro ‚ÄúO pre√ßo da identidade‚ÄĚ, o autor tra√ßa o retrato da sociedade goesa durante o per√≠odo da presen√ßa portuguesa, numa alian√ßa perfeita entre a fic√ß√£o e a realidade. S√£o postas a nu as desigualdades sociais que ainda se mant√™m em muitas partes da √Āsia, bem como os abusos praticados pelo colonizador portugu√™s. Goa √© o pano de fundo de uma hist√≥ria onde se misturam medos, sentimentos e desafios, o passado e o presente de goeses e portugueses metropolitanos. Esta obra publicada pelos Livros Horizonte teve in√≠cio com os artigos de Valentino Viegas publicados na revista Ecos do Oriente e no jornal Di√°rio de Not√≠cias, aos quais foi acrescentado um √ļltimo cap√≠tulo, a bem das rela√ß√Ķes entre Portugal e √ćndia.

__________

Valentino Viegas

Goa ‚Äď O pre√ßo da identidade

Livros Horizonte


Add a comment

NOVIDADES

A FRASE

Na adversidade conhecemos os recursos de que dispomos. (Hor√°cio)

PUB

Originais

Opini√£o