BOA PÁSCOA

Sondagem

Escrever um livro

L&L MOBILE

Faixa publicitária

Opinião dos Leitores

Newsletter

Tradutor

Livros & Leituras TV

Entrevistas

Memórias íntimas e confissões de um pecador justificado

Avaliação: / 0
FracoBom 

GÉNERO - Poesia

alt

Que título! Memórias íntimas e confissões de um pecador justificado. O livro é do poeta e ensaísta escocês James Hogg. Trata-se de uma feroz e profunda parábola sobre o fanatismo.

Escritor do séculos XVIII, James Hogg garante-nos que sempre que pecou foi por acidente.

“Como escrevo de memória, não me recordo de nada mais acontecido nestes primeiros dias que valha a pena ser contado. Que fui um grande e abstruso pecador, isso confesso, mas guardo ainda a esperança de vir a ser perdoado, pois nunca pequei por questões de princípio, mas por acidente e, nessas ocasiões, sempre tentei arrepender-me desses pecados aos magotes, pois a um e um era impossível.” 

__________

James Hogg

Memórias íntimas e confissões de um pecador justificado

Sistema Solar

Comentar


Código de segurança
Atualizar

PUB

NOVIDADES

A FRASE

Uma garrafa de vinho meio vazia também está meio cheia; mas uma meia mentira nunca será uma meia verdade. (Jean Cocteau)

PUB

Faixa publicitária

Originais

Opinião