Opinião dos Leitores

Newsletter

Tradutor

Livros & Leituras TV

Entrevistas

Vácuo azul

Avaliação: / 0
FracoBom 

GÉNERO - Poesia

alt

O seu português tem um adocicado incontestável e esse açúcar vem das terras de Vera Cruz, do Brasil. A poesia de Felipe Sul em Vácuo Azul está organizada pelos seguintes capítulos: Eu, Livrai-me de toda lucidez, Deus, Princesa mar, Redenção e Fim. Revela uma total entrega a esta forma de expressão. É como poeta que se assume desde que se mudou para Portugal e a cada composição que escreve, cada vez mais nos convencemos do seu dom. A emoção que em tudo coloca está bem patente na última estrofe do Convite da contracapa: "A luz refletida que invade / A janela da ânsia de viver: / Os olhos do poeta à cidade / Convidam as lágrimas a descer". A obra foi publicada pela Chiado Editora.

__________

Felipe Sul

Vácuo Azul

Chiado Editora

Comentar


Código de segurança
Atualizar

PUB

NOVIDADES

A FRASE

Se alguém quiser desenvencilhar - se dos dementes, dos deficientes ou dos anciãos doentes, porque exigem demasiado tempo ou demasiado dinheiro, que contrate verdugos profissionais, mas que não se esconda atrás de uma aparência de respeitabilidade. (Stuart Horner)

Originais

Opinião