Opinião dos Leitores

Newsletter

Tradutor

Livros & Leituras TV

Entrevistas

Eduardo Ferrão: Quando o Sol é radioso

Avaliação: / 0
FracoBom 

ORIGINAIS - POEMA

alt
Quando o Sol é radioso
e as flores nunca secam
tudo é novo e maravilhoso
e os homens não pecam
há risos e brincadeiras
e histórias para dormir
sonos de noites inteiras
país e mães sempre a sorrir
e mesmo na fome e na guerra
consigo brincar e esperar
haver um futuro na terra
e ter filhos para amar
se tive sorte de ter amor
e do seio materno o calor
Oh! Que bem aventurança
esta de poder ser criança.
Este poema, da autoria de Eduardo Ferrão, 61 anos, residente na Charneca da Caparica, foi um dos poemas vencedores do passatempo Dia Mundial da Criança da revista Livros & Leituras, em colaboração com a editora Verso da História. Os vencedores foram anunciados no passado dia 4 de junho de 2015.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

PUB

NOVIDADES

A FRASE

Perdi a comodidade da ignorância. (Michael Allred )

PUB

Faixa publicitária

Originais

Opinião