Opinião dos Leitores

Newsletter

Tradutor

Livros & Leituras TV

Entrevistas

A Casa de todas as Pessoa(s)

Avaliação: / 2
FracoBom 

OPINIÃO - Colaboradores

alt

A Casa Fernando Pessoa é uma casa portuguesa com certeza. Determinada em Campo de Ourique, Lisboa, alberga exposições de artes plásticas, colóquios, workshops e espetáculos diversos.

Campo de Ourique. Local onde Fernando Pessoa estabeleceu os seus últimos 15 anos de vida. O bastante. Ou não.

Fernando Pessoa fundou um pequeno universo versátil, onde, nos três pisos principais desmascaram-se sessões de leitura, de poesia, encontro de escritores, espetáculos musicais e de teatro. Uma programação inigualável e o mais diversificada possível.

A arte de ser inteligente traduz-se num estímulo à leitura de literatura portuguesa. O serviço edificante detém uma importância central. Focada no serviço público. Assim como a capacidade de transformar o mundo assume um papel fundamental para todos aqueles que queiram sentir-se persistentes através das palavras. Da sabedoria. Do poeta de todos os heterónimos.

A Casa Fernando Pessoa hospeda ainda uma imponente biblioteca que ocupa parte do piso térreo e do 1º andar. Além de ser um espaço especializado em poesia, é nesse cantinho enorme que se encontra exposto o “Retrato de Fernando Pessoa” pintado por João de Almada Negreiros em 1954 para o café Os Irmãos Unidos.

A imensidão de todos os sentires encontra-se aconchegada naquela que é considerada a maior casa portuguesa de todos os tempos. Os ensinamentos vivos, a imagem que reflete as mãos que escrevem. Ao desbarato. Ao que for. Um divertimento intelectual. Um entretenimento de leitura, que completa todas as horas. A mais do dia.

E para encerrar a peça, nada melhor que destacar o dia de todos os amores. Porque o amor deve ser partilhado. Na casa Fernando Pessoa, o dia dos namorados comemora-se de forma exímia. O amor paira no presente das 10h às 18h. Por volta  das 10h acontece a inauguração da Mostra Bibliográfica “Ama como o amor ama” (atual até dia 21 de Fevereiro). Os deliciosos poemas de Fernando Pessoa cruzam-se com a correspondência que trocou com a amada, Ofélia Queiroz.

Pelas 14h30 todos os destinos vão dar às duas fases do namoro entre Fernando Pessoa e Ofélia Queiroz. Visita guiada com lotação máxima de 40 pessoas, com direito a marcação prévia obrigatória, até às 21h00 de 13 de Fevereiro.

Por fim, pelas 16h, todos os desafios são válidos. Escreva uma carta de amor a Fernando Pessoa, explore todas as suas capacidades criativas e deixe-se embalar ao som da voz e de todas as palavras. Motivos suficientes para celebrar o amor. Motivos suficientes para comemorar a felicidade. Motivos  importantes para festejar a vida e tudo o que a rodeia.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

PUB

NOVIDADES

A FRASE

Qualquer um pode carregar seu fardo, embora pesado, até anoitecer. Qualquer um pode fazer seu trabalho, embora árduo, por um dia. Qualquer um pode viver mansamente, pacientemente, amistosamente, até que o Sol se ponha. E isso é o que realmente a vida requer. (Stevenson, escritor britânico)

Originais

Opinião